O que é RPG?

From RPGWiki
Jump to: navigation, search
Mesa-de-rpg.jpg

RPG é a sigla em inglês para Role Playing Game, que pode ser traduzido como jogo de interpretação ou de representação de personagens.

Ele foi criado em 1974, com o lançamento da primeira edição do mais antigo RPG do mundo, o Dungeons & Dragons, criado por Gary Gygax e Dave Arneson.

Em um jogo de RPG, os jogadores assumem o papel de personagens fictícios em cenários variados, como se fossem heróis de filmes de aventuras como O Senhor do Anéis, Star Wars, Matrix, Underworld, O Último Samurai, etc. Só que, ao contrário de um filme, o final não está definido: ele é desenvolvido no decorrer do jogo, conforme as ações dos personagens, que são decididas pelos jogadores. É como um videogame, mas com muito mais opções para os jogadores escolherem.

RPG é um jogo coletivo e cooperativo, então você vai precisar chamar um pequeno grupo de amigos, normalmente você e mais quatro, mas podem ser mais ou menos. Se você está aprendendo a jogar, tente não formar um grupo muito grande: você e mais três ou quatro amigos já está de bom tamanho.

Em uma partida de RPG existe uma função específica feita por um dos jogadores, que é chamada de Mestre do Jogo (ou simplesmente, Mestre) ou Narrador. É ele que cria e conduz a história jogada pelo grupo, interpreta os outros personagens que não sejam os dos jogadores (chamados de Personagens do Mestre ou simplesmente de PdMs), joga os dados pelos oponentes durante os combates e decide alguma situação de impasse durante o jogo. Ou seja, ele é uma mistura de roteirista, diretor e mediador da partida. A função de Mestre do Jogo não precisa ser sempre exercida pela mesma pessoa, podendo haver um rodízio entre os jogadores.

Uma aventura de RPG pode durar o tempo de uma sessão de jogo (algumas horas ou mesmo uma tarde inteira) ou mais de uma sessão de jogo. Uma série de aventuras de RPG interligadas – jogadas com os mesmos personagens – é chamada de campanha. Diferente de outros jogos, uma campanha de RPG pode durar muito tempo, até alguns anos, dependendo apenas da vontade e disponibilidade do Mestre e dos jogadores de continuar jogando a mesma campanha e com os mesmos personagens.

Para jogar RPG, os principais ingredientes são a imaginação e a criatividade: as cenas e situações são descritas ou interpretadas pelo Mestre do Jogo, e os jogadores descrevem ou interpretam as ações de seus personagens. Além disso, normalmente se usa papel, lápis e dados de formatos variados, que são usados para verificar se algumas ações mais complexas foram bem-sucedidas, como as cenas de combate. Para isso, existem livros que trazem regras para situações em que a descrição e a interpretação não possam resolver, e cenários ou mundos de jogo onde as aventuras dos personagens podem ser ambientadas. No RPG não existem vencedores ou perdedores: ele é um jogo totalmente cooperativo onde todos se divertem. Além da imaginação e da criatividade, ele estimula o raciocínio, a leitura, o trabalho em grupo, a socialização e conhecimentos variados.

Hoje o RPG é usado em várias áreas além do entretenimento, como Educação, Ludoterapia e Recursos Humanos. Ele é um dos poucos jogos recomendados pela NASA, justamente por estimular o trabalho em equipe e não a competição.

Quais os benefícios do RPG?

Como atividade cooperativa e lúdica, os jogos de interpretação trazem muitos benefícios para seus participantes. O RPG desenvolve a Criatividade (porque os jogadores precisam contar a história de seus Personagens para os outros jogadores), o Trabalho de equipe (o grupo só supera os desafios se se mantiver unido), Cooperação (cada um dos personagens possui diferentes poderes e apenas a cooperação entre eles fará com que consigam resolver os enigmas), Socialização (pessoas tímidas usam o teatro para se soltarem mais e perderem o medo de falar em público). Além disso, o RPG desenvolve nas crianças o gosto pela leitura e a curiosidade de buscar informações e fazer pesquisas.

Escolas de Teatro usam o RPG para ensinar Improviso a seus atores, Psicólogos utilizam o RPG como ludoterapia para tratar de crianças com problemas de socialização e professores utilizam o RPG em sala de aula como maneira de melhorar o aprndizado dos alunos. Muitos dos RPGistas gostam de desenhar, escrever histórias e praticar esportes com seus colegas de jogo.

Como se Joga?

Para jogar RPG, você não precisa de tabuleiro ou computador. Precisa apenas de um livro de regras, lápis, borracha, dados de seis e dez lados... e um grupo de amigos.

Cada participante anota em uma Ficha os Atributos, Vantagens, Desvantagens e Poderes de seus Personagens enquanto o Mestre anota as mesmas características para os Monstros que os Personagens irão enfrentar. Peça a seu filho que lhe mostre uma destas Fichas de Personagem e lhe explique para que servem cada um dos números. Tenho certeza que ele irá adorar fazer isso. Durante a Aventura, o Mestre coloca os desafios (um dragão que ataca uma vila indefesa, uma nave espacial cheia de piratas malignos, um bandido que aterroriza uma cidade, etc, etc...).

Os Personagens, como heróis, precisam vencer os vilões e resolver os problemas. Para isso servem os dados “estranhos”. Eles decidirão o resultado das batalhas, como em uma partida de WAR ou Banco Imobiliário. Cada tipo de RPG possui regras diferentes. Novamente, peça a seu filho que lhe explique como funcionam as regras do Jogo que ele mais gosta.

Você Está Preparado?

Sim, está. RPG pode ser diferente de todos os outros jogos que você conhece, mas com certeza será familiar. Em algum momento de sua vida você já brincou de fazer-de-conta, o que é quase a mesma coisa. A única grande diferença é que, no RPG, existem regras.

Faça do Download deste texto em PDF

http://www.daemon.com.br/netbooks/da0315.zip